Eu/Público, Eu/Cena: o espectador em ação através dos dispositivos tecnológicos

  • Andrea Caruso Saturnino Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Teatro contemporâneo, Público, Rimini Protokoll, Roger Bernat, Tecnologia.

Resumo

As contribuições das novas tecnologias à cena contemporânea nos convidam a repensar a questão da presença cênica, tanto real como mediatizada, na perspectiva da percepção e também de apropriação do público. Este artigo aborda espetáculos que convocam o público à participação por via de ferramentas tecnológicas, especialmente Situation Rooms, do coletivo Rimini Protokoll, e Pendente de Voto, de Roger Bernat. Trata-se de refletir sobre a questão da especificidade dessas escrituras teatrais emergentes, que por um lado trazem de volta o próprio diretor ao cerne do trabalho criativo e, por outro, torna o público sujeito ativo na construção dos espetáculos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea Caruso Saturnino, Universidade de São Paulo (USP)
Doutora em Teoria e Prática Teatral

Referências

AGAMBEN, G. Qu’est-ce qu’un dispositif ? Paris: Payot et Rivages, 2007.

BOURRIAUD, N. Estética relacional. Tradução Denise Bottmann. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

CAUQUELIN, A. Fréquenter les incorporels – contribution à une théorie de l’art contemporain. Paris: Presses Universitaires de France, 2006.

DAWKINS, R. O gene egoísta. Tradução do inglês Geraldo Florsheim. Belo Horizonte: Itatiaia, 1978.

______. The extended phenotype. Oxford: Oxford University Press, 1992.

DUBATTI, J. Introducción a los estudios teatrales. Mexico: Libros de Godot, 2011.

FARGE, A. O sabor do arquivo. Tradução do francês Fátima Murad. São Paulo: Edusp, 2009.

FÉRAL, J. Théorie et pratique du théâtre – au-delà des limites. Montpellier: L’Entretemps, 2011.

FRATINI, R. Programa do espetáculo. BERNAT, R. (Dir.) Pendente de Voto, 2012

KAPELUSZ, A. Quitter la communauté? L’écoute au casque dans le dispositifs théâtraux contemporains. Théâtre/Public. Gennevilliers/Montreuil, Éditions Théâtrales, n. 208, abr.-jun. 2013, p. 124-128.

Laurent, J. A Note on the Origin of “Memes” / “Mnemes”. Journal of Memetics, v. 3, pp. 14-19, 1999. Disponível em <http://cfpm.org/jom-emit/1999/vol3/index.html>. Acesso em: 12 jan. 2015.

Merleau-Ponty, Maurice. Fenomenologia da percepção. Tradução do francês Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Publicado
2017-07-17
Como Citar
Saturnino, A. (2017). Eu/Público, Eu/Cena: o espectador em ação através dos dispositivos tecnológicos. Sala Preta, 17(1), 65-76. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v17i1p56-67
Seção
EM PAUTA