Considerações acerca da violência na cena

Palavras-chave: Espectador, Realidade, Ficção, Violência, Coletivo Bruto.

Resumo

O artigo examina alguns aspectos da representação/presentificação, partindo da abordagem teórica de Erika Fischer-Lichte, acerca dos tensionamentos entre realidade e ficção na cena contemporânea, da ideia de teatro expandido proposta por Ileana Dieguez, e da reflexão sobre a teatralidade e o espetáculo de Helga Finter. Esses aspectos guiam a mirada de dois exemplos no trabalho do Coletivo Bruto: a encenação O que está aqui é o que sobrou, obra criada pelo coletivo a partir do Material Fatzer de Brecht e Muller, e a encenação de Vergonha, de autoria própria do coletivo, para refletir sobre a representação da violência na cena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Tendlau, Universidade de São Paulo (USP)

Doutoranda PPG em Artes Cênicas da ECA-USP.

Referências

BRECHT, B. O declínio do egoísta Johann Fatzer. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

COLETIVO BRUTO. Vergonha. Set. 2016. (Não publicado.)

______. O que está aqui é o que sobrou. Jun. 2012. (Não publicado.)

COLETIVO USINA. A sombra de Pinheirinho. Diário Liberdade, 6 fev. 2012. Disponível em: <http://www.diarioliberdade.org/brasil/batalha-de-ideias/24116-a-sombra-do-pinheirinho.html>.

DEBORD, G. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DIEGUÉZ, I. Um teatro sem teatro: a teatralidade como campo expandido. Sala Preta, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 125-129, 2014.

FINTER, H. A teatralidade e o teatro: espetáculo do real ou realidade do espetáculo? Notas sobre a teatralidade e o teatro recente na Alemanha. Teatro Al Sur, Buenos Aires, n. 25, out 2003. Disponível em: <http://www.rimini-protokoll.de/website/media/portugiesisch/helga-finter-a-teatralidade-e-o-teatro.pdf>.

FISCHER-LICHTE, E. Realidade e ficção no teatro contemporâneo. Sala Preta, São Paulo, v. 13, n. 2, p. 14-32, 2013.

HARTDT, M.; NEGRI, A. Multidão. Rio de Janeiro: Record, 2005.

KATER, F.; SONNE, P. Guerra Cega Simples. nov. 2004. (Não publicado.)

SPIEGUELMAN, A. Maus. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

Publicado
2017-07-17
Como Citar
Tendlau, M. (2017). Considerações acerca da violência na cena. Sala Preta, 17(1), 242-267. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v17i1p233-258
Seção
EM PAUTA