Preservação de documentos para a história do teatro brasileiro: teoria e prática

  • Elizabeth Ribeiro Azevedo Universidade de São Paulo. Escola de Comunicação e Artes
Palavras-chave: Centro de documentação, Teatro brasileiro, Arquivos pessoais, Contextualização

Resumo

De início, este artigo apresenta rápidas considerações sobre as relações entre documentos e a história do teatro brasileiro. Em seguida, considera as formas pelas quais são constituídos alguns dos acervos nacionais abrigados em instituições públicas e privadas. Finalmente, apresenta justificativas para a criação do Centro de Documentação Teatral na Universidade de São Paulo e algumas das escolhas teórico-metodológicas feitas para o tratamento de seu acervo e das atividades de pesquisa que vem desenvolvendo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEVEDO. E. R. Acervos teatrais paulistanos: presente e futuro em jogo. Revista do Arquivo Público do Estado de São Paulo, São Paulo, n. 4, p. 1-36, mar. 2017.

BACELLAR, C. Uso e mau uso dos arquivos. In: PINSKY, C. B. Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2005. p. 23-80.

BERNARDES, I. P. Como avaliar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, 1998.

BRASIL. Ministério da Justiça. Fundo Delegacia Auxiliar de Polícia (6E): seção censura prévia; séries peças teatrais e documentos avulsos. Rio de Janeiro: MJ, 2017. Disponível em: . Acesso em: 6 nov. 2017.

______. Presidência da República. Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005. 231 p.

CAMARGO, A. M. A. Arquivos pessoais são arquivos. Revista do Arquivo Público Mineiro, Belo Horizonte, v. 45, n. 2, p. 26-39, jul./dez. 2009.

CAMARGO, A. M. A.; GARCIA, S. Tempo e circunstância. São Paulo: IFHC, 2007.

FARIA, J. R. O lugar da dramaturgia nas histórias da literatura brasileira. Revista Sala Preta, v. 10, p. 9-25, 2010.

FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES. Arquivos e coleções privados Cedoc/Funarte: guia geral. Rio de Janeiro: Funarte, 2016. Disponível em: . Acesso em: 14 nov. 2017.

GONÇALVES, J. Como classificar e ordenar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, 1998. 37 p. (Projeto Como Fazer, v. 2).

MARINHO, H. O theatro brasileiro (alguns apontamentos para sua história). Rio de Janeiro: H. Garnier, 1904.

PAIXÃO, M. O theatro no Brasil. Rio de Janeiro: Brasília Editora, 1936.

SILVA, L. História do teatro brasileiro. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1938.

TESSITORE, V. Como organizar centros de documentação. São Paulo: Arquivo do Estado, 2003. 52 p. (Projeto Como Fazer, v. 9).

VARGAS, M. T. Uma experiência em documentação e pesquisa. In: SEMINÁRIO DE PRESERVAÇÃO DE ACERVOS TEATRAIS, 1., 2012, São Paulo. Anais… São Paulo: ECA/USP, 2012. p. 13-18.

Publicado
2017-12-26
Como Citar
Azevedo, E. (2017). Preservação de documentos para a história do teatro brasileiro: teoria e prática. Sala Preta, 17(2), 151-163. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v17i2p151-163
Seção
EM PAUTA