Corpo-temporalidade: a intuição como conhecimento no ensino de teatro

  • Juliano Casimiro de Camargo Sampaio Universidade Federal do Tocantins
Palavras-chave: Bergson, epistemologia, experiência estética, ensino de teatro, pedagogia teatral

Resumo

Nossa pesquisa versa sobre as relações entre ensino de teatro, naturezas de conhecimento e duração interior – corpo-temporalidade. Objetivamos de modo mais amplo responder à questão: Como o método da intuição bergsoniana pode nos ajudar a pensar as naturezas de conhecimento no fazer teatral, a partir da reflexão sobre as funções para a inserção do ensino de teatro na educação básica brasileira institucionalizada? Metodologicamente, apresentamos neste texto proposições de natureza teórico-conceitual por meio de revisão crítica da literatura. Em suma, com o método da intuição bergsoniana propomos um deslocamento do foco no ensino de teatro de: 1. apresentação da linguagem teatral para o aluno (contextualização); 2. desenvolvimento do gosto pela linguagem por meio da prática (feitura); 3. formação de espectadores para a linguagem (recepção), – para a experiência da alteridade de si para si mesmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano Casimiro de Camargo Sampaio, Universidade Federal do Tocantins

Professor adjunto doutor da Universidade Federal do Tocantins

Referências

BERGSON, Henry. A evolução criadora. São Paulo: Martins Fontes. 2005.

________________ O pensamento e o movente. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

________________ Matéria e memória. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

________________ Ensaios sobre os dados imediatos da consciência. Portugal: Edições 70, 2011.

BOESCH, Ernest. Symbolic Action Theory and Cultural Psychology. Berlim – Heidelberg – Nova York: Springer, 1991.

DELEUZE, Gilles. Bergsonismo. São Paulo: Ed. 34, 1999.

PINTO, Tarcísio Jorge Santos. O método da intuição em Bergson e sua dimensão ética e pedagógica. São Paulo: Editora Loyola, 2010.

SAMPAIO, Juliano Casimiro de Camargo. Que teatro para que metodologia em que escola? Apresentação de Dossiê. In: Teatro: criação e construção de conhecimento, V3 N4, pp. 01-02, 2015.

_________________________________ Teatralidade e Narrativa - conhecimento e construção de sentido da experiência criativa. Palmas-TO: EDUFT, 2016.

SIMÃO, Lívia Mathias. Ensaios Dialógicos: compartilhamento e diferença nas relações eu-outro. São Paulo: Hucitec, 2010.

ZARAGUETA, Juan. La Intuición en la filosofía de Henri Bergson. Madrid: Espasa-Calpe, S.A, 1941.

Publicado
2018-06-30
Como Citar
Sampaio, J. C. (2018). Corpo-temporalidade: a intuição como conhecimento no ensino de teatro. Sala Preta, 18(1), 138-151. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v18i1p138-151
Seção
MEDIAÇÃO