Lua vermelha em Lisboa

Autores

  • José Batista (Zebba) Dal Farra Martins Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v20i1p135-172

Palavras-chave:

Teatro musical brasileiro, Augusto Boal, Teatro e política

Resumo

O artigo ensaia um itinerário do autor com Augusto Boal, nos anos de 1977 e 1978, quando participou como músico e diretor musical da montagem lusitana de Zumbi. No percurso, narra os pontos centrais deste caminho, seus impulsos criativos, éticos e políticos, além dos movimentos decorrentes da ação pedagógica de um dos principais artistas teatrais contemporâneos, cuja estatura está por ser reconhecida e traçada, especialmente no âmbito acadêmico brasileiro. Trata-se, em seu núcleo, de cotejar a montagem original do Arena conta Zumbi (São Paulo, 1965) com sua encenação em Portugal (Lisboa, 1978).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Batista (Zebba) Dal Farra Martins, Universidade de São Paulo

Professor e pesquisador livre-docente sênior do Departamento de Artes Cênicas e do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Referências

AMIR Haddad e Cecília Boal no debate exílio e pertencimento. Rio de Janeiro: [s. n.], 2017. 1 vídeo (67 min). Publicado pelo canal Murro em Ponta de Faca. Disponível em: https://bit.ly/2ZFKkHb. Acesso em: 5 set. 2019.

ARAP, F. Mare Nostrum: sonhos, viagens e outros caminhos. São Paulo: Senac, 1998.

BOAL, A. Murro em ponta de faca. São Paulo: Hucitec, 1978.

BOAL, A. Carta de Augusto Boal para Gianfrancesco Guarnieri. Boal Blog, Rio de Janeiro, 1979. Disponível em: https://bit.ly/3f5VZpc. Acesso em: 22 fev. 2020.

BOAL, A. Carta a Carlos Porto. Buenos Aires, 23.09.1973. In: BOAL, A. Atos de um percurso. Catálogo da Exposição. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2015. p. 94.

BOAL, A.; GUARNIERI, G.; LOBO, E. Arena conta Zumbi. São Paulo: RCA, 1965. 1 disco de vinil.

BOAL, A.; GUARNIERI, G.; LOBO, E. Arena conta Zumbi. Revista de Teatro SBAT, São Paulo, n. 378, p. 31-59, nov./dez. 1970.

BRECHT, B. Tambores en la noche. In: Teatro completo. Buenos Aires: Nueva Visión, 1968.

BROOK, P. The empty space. London: Penguin Books, 1968.

CAMARGO, I. Arena conta Zumbi. Boal, Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: https://bit.ly/31RtRlQ. Acesso em: 31 mar. 2013.

CAMPOS, C. A. Zumbi, Tiradentes. São Paulo: Perspectiva, 1988.

DAL FARRA MARTINS, J. B.; OLIVEIRA, A. L. Medida do coração. Voo. In: Um palco é preciso: o outro Bando da Lua. Violão e voz: Zebba Dal Farra. Flautas: Humberto Araújo; Chiquinho Brandão. Bateria e percussão: AC Dal Farra; Paulinho Ramos. Baixo: Sylvio Mazzucca Jr. São Paulo: Abacaro, 1981. 1 disco vinil, lado b, faixa 5.

DAL FARRA MARTINS, J. B. Estruturas leves. Conexões com o espaço teatral. Projeto de um Teatro, Móvel, Múltiplo e Transformável (TMMT). 1999. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

DAL FARRA MARTINS, J. B. Palavra Muda. Sobre poéticas para vozes em Estado de Sítio. 2018. Tese (Livre-Docência em Linguística, Letras e Artes) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

FAROCKI, H. Einfühlung (Empatía). Barcelona: Fundación Antoni Tàpies, 2016. (Catálogo da exposição).

GUARNIERI, G. Murro em ponta de faca: um grito de socorro, de amor e de alerta (Prefácio). In: BOAL, A. Murro em ponta de faca. São Paulo: Hucitec, 1978. p. VII-IX.

HOLANDA, C. B. Meu caro amigo. In: HOLANDA, C. B. Meus caros amigos. Rio de Janeiro: Philips, 1976. 1 disco vinil, lado B, faixa5.

HOLANDA, C. B. Tanto mar. In: HOLANDA, C. B. Chico Buarque. Rio de Janeiro: Philips, 1978. 1 disco vinil, lado B, faixa 5.

JOANILHO, A. L. Prefiguração do novo. Cadernos AEL, Campinas, n. 1, p. 104, 1992.

KUMIEGA, J. Jerzy Grotowski. Firenze: La Casa Usher, 1989.

LOBO, E. Edu canta Zumbi. Rio de Janeiro: Elenco, 1968. 1 disco vinil.

PEREIRA, J. F. A arte como veículo: para que serve uma performance sem espectadores? Persona, Porto, n. 3, p. 74-80, 2015.

SCHWARZ, R. Cultura e política, 1964-1969. In: SCHWARZ, R. O pai de família e outros estudos. São Paulo: Paz e Terra, 1978. p. 61-92.

SERÔDIO, M. H. Zumbi. O Diário, Lisboa, 24 fev. 1978.

TAIGUARA. Imyra, Tayra, Ipy. Rio de Janeiro: EMI-Odeon, 1976. 1 disco vinil.

VARELA, L. Brecht em Portugal. In: ENCUENTRO INTERNACIONAL BRECHT EM ESPAÑA, 1998, Sevilla. Anais […]. Sevilla: Diputación de Sevilla, 1998. p. 319-332.

VASCONCELLOS, G. De olho na fresta. São Paulo: Graal, 1977.

VELOSO, C. Festa imodesta. In: HOLANDA, C. B. Sinal fechado. Intérprete: Chico Buarque de Holanda. Rio de Janeiro: Philips, 1974. 1 disco de vinil, lado a, faixa 1.

Downloads

Publicado

2020-08-13

Como Citar

Martins, J. B. (Zebba) D. F. (2020). Lua vermelha em Lisboa. Sala Preta, 20(1), 135-172. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v20i1p135-172

Edição

Seção

SALA ABERTA