Será Simão Toko um profeta? Uma leitura antropológica

  • Patrício Batsîkama Universidade Agostinho Neto
Palavras-chave: Angola, Tokoismo, Teologia.

Resumo

Simão Toko é uma das figuras históricas importantes para a Libertação dos povos africanos. Entre 1943-1950, ele lançou a sua ideologia em relação a autonomia cultural, financeira como base da emancipação. Simultaneamente, o seu movimento religioso (Tokoismo) pretendia a independência de toda África (profecia feita em 1949/1950) e profetizou muitas coisas (registadas pelo próprio colono), e hoje muitas delas já estão cumpridas. A nossa discussão começa com uma questão e tentaremos respondê-la na perspectiva de Sociologia das Religiões e Antropologia religiosa. Por outro, apresentamos o panorama onde a Teologia Tokoista pode construir uma Cultura de Paz entre os Angolanos, depois de muitos anos de Cultura de Guerra. O objectivo desta reflexão consiste em convidar os académicos angolanos a questionar-se sobre a utilidade das práticas e saberes endógenos para resolver os seus problemas. O Tokoismo é, como Pensamento Social, a instrumentalização da Cultura de Paz entre os Angolanos. Ele representa, também, o caminho para reflectir sobre outros paradigmas do diálogo face aos desafios da Globalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-01-10
Como Citar
Batsîkama, P. (2017). Será Simão Toko um profeta? Uma leitura antropológica. Sankofa (São Paulo), 9(18), 31-66. https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2016.125451
Seção
Artigos