Abortamento legal: comparação do grau de conhecimento de médicos de um hospital especializado em atendimento à mulher e de um hospital geral

  • Rubens Rossati França Junior Faculdade de Medicina do ABC
  • Marcela Valério Braga Universidade de São Paulo
  • Carmen Silvia Molleis Galego Miziara Faculdade de Medicina do ABC
  • Ivan Dieb Miziara Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Aborto, Aborto Legal, Aborto Terapêutico, Legislação, Médicos Hospitalares/legislação & jurisprudência.

Resumo

No Brasil, o abortamento é considerado crime, exceto em algumas condições. Sendo assim, é fundamental que os profissionais de saúde conheçam tais situações para que possam conduzir adequadamente os casos. O objetivo desse estudo foi comparar o grau de conhecimento de médicos de um hospital especializado no atendimento de mulheres com médicos de um hospital geral, na cidade de Santo André, sobre abortamento permitido por lei no Brasil. Para atingir tal finalidade, foi aplicado um questionário estruturado com questões relativas ao abortamento aprovado pelo Comitê de Ética Médica. O resultado do presente estudo mostrou que não houve diferença significativa entre os dois grupos quanto às questões sociais e legais envolvidas no abortamento, exceto em três situações em que o grupo de médicos do hospital especializado mostrou maior conhecimento quanto às questões envolvendo a doença mental da gestante, o controle de natalidade e a utilização da ocitocina como fármaco indutor de abortamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubens Rossati França Junior, Faculdade de Medicina do ABC
Estudante de medicina da Faculdade de medicina do ABC.
Marcela Valério Braga, Universidade de São Paulo
Residente de Medicina Legal da Universidade de São Paulo.
Carmen Silvia Molleis Galego Miziara, Faculdade de Medicina do ABC

Professora Auxiliar da Disciplina de Medicina Legal, Deontologia Médica, Bioética e Perícias Médicas da Faculdade de Medicina do ABC.

Ivan Dieb Miziara, Universidade de São Paulo

Professor titular da Disciplina de Medicina Legal, Deontologia Médica, Bioética e Perícias Médicas da Faculdade de Medicina
do ABC e Professor Associado do Departamento de Medicina Legal, Ética Médica, Medicina Social e do Trabalho da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Publicado
2015-12-18
Como Citar
França Junior, R., Braga, M., Miziara, C., & Miziara, I. (2015). Abortamento legal: comparação do grau de conhecimento de médicos de um hospital especializado em atendimento à mulher e de um hospital geral. Saúde, Ética & Justiça, 20(2), 57-65. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v20i2p57-65
Seção
Artigo