Pontos positivos e negativos observados em uma experiência prática com pares educativos em prevenção de aids numa escola secundária em São Paulo, Brasil

  • Leila Strazza Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo USP, LIM 01–FMUSP.
  • Eduardo Massad Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.
  • Heráclito Barbosa de Carvalho Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.
Palavras-chave: Adolescentes. Ensino fundamental e médio. Síndrome da imunodeficiência adquirida/prevenção & controle. Prevenção de doenças. Saúde escolar.

Resumo

Pares educativos são uma importante ferramenta educativa utilizada internacionalmente com boas avaliações na eficácia. O presente estudo tem por objetivo avaliar o processo de implantação de pares educativos como programa de prevenção em uma escola modelo da periferia de São Paulo, com alunos de ensino médio, no período de 2003 a 2004. O trabalho foi aplicado em fases: identificação dos principais problemas frente à epidemia HIV/aids naquela escola, elaboração e aplicação de um questionário em 115 alunos e realização de quatro oficinas de sexo seguro. Na implantação desse processo foram destacados os principais pontos positivos e negativos. Como pontos positivos destacaram-se: elaboração do questionário, aceitação de materiais didáticos utilizados nas oficinas. Como pontos negativos destacaram-se: resistência da escola impondo limites no processo; obstrução na inserção do problema principal desta escola no questionário, indicação dos pares educativos e falta de tempo dos funcionários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leila Strazza, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo USP, LIM 01–FMUSP.
Pesquisadora Doutora, Disciplina de Informática Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo USP, LIM 01–FMUSP.
Eduardo Massad, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.
Professor Titular da Disciplina de Informática Médica e Chefe do Departamento de Medicina Legal, Ética Médica e Medicina Social e do Trabalho da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP, LIM 01- HC-FMUSP.
Heráclito Barbosa de Carvalho, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.
Professor Doutor, Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP, LIM 39–HC-FMUSP.
Publicado
2008-12-07
Como Citar
Strazza, L., Massad, E., & Carvalho, H. (2008). Pontos positivos e negativos observados em uma experiência prática com pares educativos em prevenção de aids numa escola secundária em São Paulo, Brasil. Saúde, Ética & Justiça, 13(2), 51-59. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v13i2p51-59
Seção
Artigo