(In)Visibilidades de Labour in a Single Shot

  • José Gatti UFSC Universidade Tuiuti do Paraná Centro Universitário Senac
Palavras-chave: poética do cinema, política do cinema, classe trabalhadora

Resumo

Este trabalho analisa representações da classe trabalhadora em vídeos produzidos nas oficinas do projeto Labour in a Single Shot, criado por Antje Ehmann e Harun Farocki, inspirados pelo filme pioneiro A saída da fábrica Lumière em Lyon (1895), realizado pelos irmãos Lumière. Para a análise, usarei alguns dos conceitos definidos por Maya Deren sobre a poética do cinema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Gatti, UFSC Universidade Tuiuti do Paraná Centro Universitário Senac
Possui graduação em Jornalismo (1977) e Editoração (1974) pela Universidade de São Paulo; mestrado em Cinema pela Universidade de São Paulo (1981); mestrado em Cinema Studies (1988) e doutorado em Cinema Studies (1995) pela New York University. Atualmente é professor na Universidade Tuiuti do Paraná (Programa de Mestrado e Doutorado em Comunicação e Linguagens) e na Universidade Federal de Santa Catarina (Programa de Pós-Graduação em Inglês e Literaturas Correspondentes). É também professor no Bacharelado em Audiovisual do Centro Universitário Senac, em São Paulo. É membro da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual, tendo sido um de seus fundadores (www.socine.org.br), da Society for Cinema and Media Studies (www.cmstudies.org) e da Brazilian Studies Association (www.brasa.org). Foi professor visitante Capes/Fulbright, Boston University, Estados Unidos, em 2008, e pesquisador bolsista da Fapesp na University of Cape Town, África do Sul, em 2009. Tem experiência na área de Arte e Comunicação, atuando principalmente no campo das políticas de representação em cinema, televisão, vídeo e outros meios de comunicação.

Referências

BACHELARD, G. L'Air et les songes: essai sur l'imagination du mouvement. Paris: Le Livre de Poche, 1992.

DEREN, M. "Cinema: o uso criativo da realidade". In: Devires — cinema e humanidades, UFMG, v. 9 n. 1 (2012).

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio: Editora Civilização Brasileira, 1982.

KELLER, S. Maya Deren: incomplete control. New York: Columbia University Press, 2015.

LABOUR in a single shot. < http://www.labour-in-a-single-shot.net/en/films/ >

SITNEY, P. A. Film Culture Reader. New York: Praeger Publishers, 1970.

RAUNIG, G. A Thousand Machines. Los Angeles: Semiotext(e), 2010.

Publicado
2016-08-22
Como Citar
Gatti, J. (2016). (In)Visibilidades de Labour in a Single Shot. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 43(45), 18-43. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2016.102056