A subjetividade e a etnografia doméstica em Last Words

  • Beatriz D’Angelo Braz Universidade de Brasília
Palavras-chave: documentário, subjetividade, modo reflexivo, morte, etnografia.

Resumo

Este artigo propõe uma análise do documentário Last words (1998), do cineasta holandês Johan van der Keuken. Autor de mais de cinquenta documentários, Van der Keuken se destaca por sua constante experimentação cinematográfica, tanto em aspectos formais quanto temáticos. Last words, um dos últimos filmes do documentarista, exemplifica sua inserção no documentário reflexivo ao registrar os últimos momentos de sua irmã, Joke, que padece de um câncer. Este artigo centra-se, então, na representação da subjetividade e da morte no documentário, que realiza uma etnografia doméstica em que o documentarista relembra e reflete, por meio da irmã, sua própria trajetória e vivência familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz D’Angelo Braz, Universidade de Brasília

É bacharel em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) e em Comunicação Social, habilitação em Cinema, pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Possui mestrado em Multimeios pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atualmente, é doutoranda em Literatura pela Universidade de Brasília (UnB) e bolsista Capes.

Referências

BRANIGAN, E. Point of view in the cinema: a theory of narration and subjectivity in classical film. Berlin: Mouton Publishers, 1984.

BELLOUR, R. Entre-imagens. Campinas: Papirus, 1997.

GAUDREAULT, A. Du littéraire au filmique: systeme du récit. Paris Meridiens Klincksieck, 1989.

MACDOUGALL, D. “The subjective voice in ethnographic film”. In: DEVEREAUX, L.; HILLMAN, R. (Eds.). Fields of vision: essays in film studies, visual anthropology and photography. Berkeley: University of California Press, 1995, p. 217-255.

ODIN, R. (Org). Les films de famille. Paris: Librairie des Méridiens, 1995.

RAMOS, F. P. Mas afinal o que é mesmo documentário? São Paulo: Senac, 2008.

RENOV, M. “Domestic ethnography and the construction of the ‘other’ self”. In: GAINES, J. M.; RENOV, M. (Eds.). Collecting visible evidence. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1999, p. 140-155.

______. The subject of documentary. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2004.

SOBCHACK. V. “Inscrevendo o espaço ético: dez proposições sobre a morte, representação e documentário”. In: RAMOS, F. P. Teoria contemporânea do cinema. São Paulo: Senac, 2005, p. 127-158.

WATT, I. A ascensão do romance. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

WALTON, K. L. “Sobre imagens e fotografias: respostas a algumas objeções”. In: RAMOS, F. P. Teoria contemporânea do cinema. São Paulo: Senac, 2005, p. 105-125.

Publicado
2019-01-31
Como Citar
Braz, B. D. (2019). A subjetividade e a etnografia doméstica em Last Words. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 46(51). https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2019.144554