Na margem da história

fotografia analógica, artistas e as imagens erradas

  • Ludimilla Carvalho Wanderlei Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: historiografia, fotografia analógica, imagens erradas

Resumo

Este artigo analisa trabalhos fotográficos de Paolo Gioli e Dirceu Maués que utilizam o suporte analógico, discutindo a natureza elástica do tempo e sua duração. Buscamos pensar o caráter experimental ensejado pelo uso de câmeras artesanais e investigar os atravessamentos entre cinema, fotografia e pintura. Estes exemplos de imagens, somados aos trabalhos de artistas contrários ao modelo da imagem pura e direta consagrada pela “forma fotografia”, ajudam a escrever na contemporaneidade uma historiografia particular do medium fotográfico, caracterizada por uma estética dos ruídos, do imprevisto, do caos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ludimilla Carvalho Wanderlei, Universidade Federal de Pernambuco

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (PPGCOM/UFPE) com pesquisa no campo da fotografia. Mestre pelo mesmo programa e graduada em Radialismo e TV pela mesma instituição. Bolsista da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado Pernambucano (Facepe). Produtora de audiovisual, roteirista e cineclubista.

Referências

AMAR, P.-J. História da fotografia. Lisboa: Edições 70, 2011.
BELLOUR, R. Entre-imagens. São Paulo: Papirus, 1997.
COSTA, A. “Apresentação”. In: COSTA, A. (org.). Possibilidades da câmera obscura. Rio de Janeiro: Projeto Subsolo, 2015. p. 2-9.
COUCHOT, E. A tecnologia na arte: da fotografia à realidade virtual. Porto Alegre: UFRGS, 2003.
CRUZ, N. V.; ABREU, E. “O discurso do fim da fotografia com o advento do digital: considerações a partir de A Última foto, de Rosângela Rennó”. CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 32., 2009, Curitiba. Anais… Curitiba: Universidade Metodista de Piracicaba, 2009. Disponível em: https://bit.ly/2I7KrFV. Acesso em: 23 set. 2018.
FATORELLI, A. “Entre o analógico e o digital”. In: FATORELLI, A.; BRUNO, F. (orgs.). Limiares da imagem: tecnologia e estética na cultura contemporânea. Rio de Janeiro: Mauad X, 2006. p. 19-38.
FATORELLI, A. Fotografia contemporânea: entre o cinema, o vídeo e as novas mídias. São Paulo: Senac, 2013.
FATORELLI, A. Notas sobre a fotografia analógica e digital. Discursos fotográficos, Londrina, v. 13, n. 22, p. 52-68, 2017.
FATORELLI, A.; CARVALHO, V. “A câmera escura na fotografia brasileira contemporânea”. In: COSTA, A. (org.). Possibilidades da câmera obscura. Rio de Janeiro: Projeto Subsolo, 2015. p. 46-53.
FERNANDES JUNIOR, R. “Processos de criação na fotografia: apontamentos para o entendimento dos vetores e das variáveis da produção fotográfica”. Facom, São Paulo, n. 16, 2006.
FLUSSER, V. Filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.
FONTCUBERTA. J. O beijo de Judas: fotografia e verdade. Barcelona: Gustavo Gili, 2010.
GIOLI, P. Nature attraverso/Crosswise Natures. Milão: Silvana, 2017. (Catálogo).
LENOT, M. “Flusser e os fotógrafos, os fotógrafos e Flusser”. Flusser Studies, Lugano, n. 24, p. 1-18, dez. 2017a.
LENOT, M. Jouer contre les Appareils. Arles: Photosynthèses, 2017b.
MACHADO, A. “Anamorfoses cronotópicas ou a quarta dimensão da imagem”. In: PARENTE, A. (org.). Imagem-máquina: a era das tecnologias do virtual. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993. p. 100-116.
MANOVICH, L. “Novas mídias como tecnologia e ideia: dez definições”. In: LEÃO, L. (org.). O chip e o caleidoscópio: reflexões sobre as novas mídias. São Paulo: Senac, 2005. p. 23-50.
MAUÉS, D. Extremo horizonte: fotografia pinhole panorâmica. 2012. Monografia (Bacharelado em Artes Plásticas) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2012.
NEWHALL, B. Historia de la fotografía. Barcelona: Gustavo Gili, 2002.
PARENTE, A. “A forma cinema: variações e rupturas”. In: MACIEL, K. (org.). Transcinemas. Rio de Janeiro: Contracapa, 2009. p. 23-47.
PARENTE, A. Passagens entre fotografia e cinema na arte brasileira. Rio de Janeiro: +2, 2015.
SALLES, C. A fotografia no contexto da experimentação contemporânea. Revista Discursos Fotográficos, Londrina, v. 11, n. 19, p. 169-190, 2015.
ZORZAL, B.; MENOTTI, G. Entrevista: o filósofo François Soulages e a estética da fotografia na era digital. Zum, São Paulo, 2 out. 2017.
Publicado
2019-07-01
Como Citar
Wanderlei, L. (2019). Na margem da história. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 46(52). https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2019.148839