Notas sobre Uma dramaturgia da violência: os filmes de João Canijo

  • Eduardo Prado Cardoso Universidade Católica Portuguesa
Palavras-chave: Cinema português, Violência, Melodrama, Realismo, Estudos culturais

Resumo

Interessada nas representações da identidade portuguesa a partir dos filmes do cineasta João Canijo, a obra Uma dramaturgia da violência oferece uma revisão da literatura no campo dos estudos identitários nacionais, com destaque para conceitos dos filósofos Eduardo Lourenço e José Gil. A partir disso e de análises narrativas e estéticas de oito longas-metragens de ficção e um documentário de Canijo, é teorizada uma “dramaturgia da violência” como reflexo de um Portugal contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Prado Cardoso, Universidade Católica Portuguesa

Graduado em Audiovisual pela ECA-USP (2011). Mestre em Realização Cinematográfica (2017), com bolsa da Comissão Europeia em Portugal (Universidade Lusófona), Reino Unido (Edinburgh Napier University) e Estônia (Tallinn University). Doutorando em Estudos de Cultura na Universidade Católica Portuguesa, pesquisa representações cibernéticas de assassinatos no Brasil dos anos 2010, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Referências

ANDERSON, B. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BAZIN, A. O que é o cinema? São Paulo: Ubu Editora, 2018.

BROOKS, P. The melodramatic imagination: Balzac, Henry James, melodrama, and the mode of excess. London: Yale University Press, 1995.

ELSAESSER, T. “Tales of sound and fury: observations on the family melodrama”. In: LANDY, M. (org.). Imitations of life: a reader on film and television melodrama. Detroit: Wayne State University Press, 1991. p. 68-91.

GIRARD, R. A violência e o sagrado. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

LOURENÇO, E. O labirinto da saudade: psicanálise do destino português. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

NAGIB, L. World cinema and the ethics of realism. London: Continuum, 2011.

RIBAS, D. Uma dramaturgia da violência: os filmes de João Canijo. Lisboa: Imprensa de História Contemporânea, 2019.

Publicado
2020-07-09
Como Citar
Cardoso, E. P. (2020). Notas sobre Uma dramaturgia da violência: os filmes de João Canijo. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 47(54), 352-364. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2020.160357