O audiovisual angolano em suas memórias televisivas

Palavras-chave: Televisão, Cinema, Angola, Memória

Resumo

O livro TPA e outras histórias foi elaborado por Augusto Manuel dos Santos, conhecido como Nguxi dos Santos, que há mais de 30 anos transita entre a Televisão Pública de Angola (TPA) e as Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (Fapla). Marcadamente memorialística e voltada para o grande público, a obra traz depoimentos de diversos protagonistas que trabalharam na TPA e compõe um mosaico que homenageia a instituição e o trabalho de Nguxi dos Santos em Angola. Nesta resenha, propomos alguns eixos de leitura da obra, como sua estruturação, suas principais contribuições e tensões que escapam ao intuito celebrativo do livro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexsandro de Sousa e Silva, Universidade de São Paulo

Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, faz doutorado pelo mesmo programa de pós-graduação, com pesquisa sobre as relações cinematográficas entre Cuba e alguns países
africanos, dentre os quais está Angola.

Referências

COELHO, Sebastião. Angola: história e estórias da informação. Luanda: Executive Center, 1999.

HEIMER, F.-W. O processo de descolonização em Angola, 1974-1976. Lisboa: A Regra do Jogo, 1980.

MABEKO-TALI, J.-M. Guerrilhas e lutas sociais: o MPLA perante si próprio (1960-1977). Lisboa: Mercado de Letras, 2018.

O CAMARADA Presidente disse: A informação deve reflectir as preocupações do Partido. Jornal de Angola, Luanda, 8 set. 1978.

SANTOS, A. Cem anos de Liceu Vieira Dias: uma das figuras da história de Angola. Jornal de Angola, Luanda, 12 mai. 2019. Cultura. Disponível em: https://bit.ly/2Mtm70m. Acesso em: 29 jun. 2019.

SANTOS, N. TPA e outras histórias. Luanda: Televisão Pública de Angola, 2018.

TELEVISÃO hoje em Luanda. A Província de Angola, Luanda, p. 3, 19 mai. 1974.

TV em Luanda. Jornal de Angola, Luanda, 19 out. 1975.

Publicado
2020-07-09
Como Citar
Silva, A. de S. e. (2020). O audiovisual angolano em suas memórias televisivas. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 47(54), 365-372. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2020.160363