Resenha visual - uma entre tantas transgressões possíveis

  • Maria Leticia Rauen Vianna Universidade Tuiuti do Paraná
Palavras-chave: Linguagens verbal e não-verbal, desconstrução/reconstrução de imagens, poética visual, resenha visual.

Resumo

Este artigo apresenta uma resenha do livro A Ilusão Especular de Arlindo Machado. Entretanto, enquanto resenha, difere daquelas ditas acadêmicas tradicionais. Em lugar de algumas poucas páginas de texto apresentando, descrevendo criticamente o livro a um provável leitor, esta, de caráter predominantemente visual, foi realizada unindo fragmentos da imagem da capa do livro a fragmentos do texto do autor. Outros textos, que aparecem na parte superior de cada página, recortados do livro Como fazer uma Monografia de Délcio Vieira Salomon, funcionam como epígrafes, ao mesmo tempo em que definem, explicam e esclarecem o que é uma resenha clássica. Por outro lado, evidenciam, muitas vezes, a contradição entre resenhas discursivas, e esta, calcada na visual idade. Esta Resenha Visual é, portanto, resultado de uma "transgressão poética", de que se serviu sua autora.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2001-11-25
Como Citar
Vianna, M. L. (2001). Resenha visual - uma entre tantas transgressões possíveis. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 28(16), 135-147. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2001.65538
Seção
Artigos