Programa e Projeto como Paradigmas Epistemológicos da Comunicação

  • Lucrécia D'Alessio Ferrara Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Programa, projeto, Modernismo, Modernidade, Comunicação, Epistemologia, Campo científico.

Resumo

Dividido em quatro itens, este trabalho propõe o estudo da epistemologia da comunicação que se desenvolve como decorrência de duas categorias básicas: o programa e o projeto. Como a comunicação enquanto prática e teoria surge confundindo-se com o auge do Modernismo na segunda metade do século XIX e, sobretudo, na primeira metade do século XX, é ponderável perceber que existe entre eles forte vínculo programático com características que fazem com que a comunicação repita tendências básicas da ciência ocidental. Confrontando-se com o Modernismo, surge a modernidade que se caracteriza não como programa, mas como projeto teleológico cultural e científico que sugere à epistemologia da comunicação enfrentar o desafio de uma indeterminação ontológica entendida, não como insuficiência ou fraqueza científica, mas como característica da realidade social e tecnológica que atinge a comunicação dos nossos dias. Programa e projeto assinalam duas poderosas categorias para epistemologia da comunicação e salientam a sua indispensável reflexão para que se alcance definir a comunicação dos nossos dias enquanto campo complexo ético e estético.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-06-23
Como Citar
Ferrara, L. (2006). Programa e Projeto como Paradigmas Epistemológicos da Comunicação. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 33(25), 9-23. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2006.65619
Seção
Artigos