Romaria- uma análise semiótica

  • Ana Raquel Mota Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Semiótica tensiva, Estudos da canção, Romaria.

Resumo

O presente artigo é uma análise semiótica de uma canção popular brasileira, Romaria, de Renato Teixeira. Como base teórica e metodológica, utiliza-se a Semiótica estabelecida por Algirdas Greimas, presente, por exemplo, na exploração de conceitos como os de  isotopia e debreagem no nível discursivo e os de funções actanciais no nível narrativo. Aliada a esses níveis, propõe-se uma análise de algumas categorias tensivas de Romaria, nos termos estabelecidos por Claude Zilberberg e que vêm sendo desenvolvidos no Brasil por Luiz Tatit. Em sua primeira parte, o artigo traz uma análise englobante dos três níveis da letra; já em sua segunda parte, é feita a relação com a melodia. Por fim, o artigo traz uma breve contextualização histórica de Romaria em 1977, momento de sua mais célebre gravação, por Elis Regina e o Grupo Água.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Raquel Mota, Universidade Estadual de Campinas
Doutoranda em Linguistica, Universidade Estadual de Campinas
Publicado
2007-06-23
Como Citar
Mota, A. R. (2007). Romaria- uma análise semiótica. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 34(27), 151-168. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2007.65649
Seção
Artigos