Emílio Guimarães: as múltiplas identidades de um produtor de imagens no Brasil dos anos de 1910

  • Alice Dubina Truz USP
Palavras-chave: História do cinema brasileiro, Cinejornal, Exibição cinematográfica

Resumo

Este artigo apresenta uma pesquisa histórica sobre as atividades e as produções de Emílio Guimarães em Porto Alegre, em 1911 e 1912, como cinegrafista do cinejornal Recreio Ideal-Jornal, financiado pelo cinema homônimo, e repórter fotográfico da revista ilustrada Kodak. O objetivo é contribuir para uma maior compreensão dos processos e das práticas de produção visual e, em particular, cinematográficas, na década de 1910, evidenciando algumas das relações que interligaram a imprensa, a fotografia e o cinema no Brasil da República Velha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Dubina Truz, USP
Doutora em história e pós-doutoranda pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Publicado
2011-12-22
Como Citar
Truz, A. (2011). Emílio Guimarães: as múltiplas identidades de um produtor de imagens no Brasil dos anos de 1910. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 38(36), 55-85. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2011.70909
Seção
Artigos