Famílias, animais de estimação e consumo: um estudo do marketing dirigido aos proprietários de animais de estimação

  • Lavínia Davis Rangel Pessanha Escola Nacional de Ciências Estatísticas
  • Roberto Luís da Silva Carvalho Escola Nacional de Ciências Estatísticas e Universidade Federal do Amazonas
Palavras-chave: consumo, propaganda, animais de estimação, famílias, antropomorfismo

Resumo

Analisamos o efeito da comercialização generalizada de produtos indústria de cuidados para animais sobre o vínculo entre pessoas e animais nas famílias. Estudamos propagandas para proprietários de animais de estimação veiculados na Internet no Brasil. O marketing estimula a humanização dos animais a fim de induzir o consumo, o que não impede o surgimento de afetos e sentimentos genuínos na convivência diária de pessoas e animais nas famílias, tendo em vista o processo de antropomorfismo sentimental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lavínia Davis Rangel Pessanha, Escola Nacional de Ciências Estatísticas
Cientista social, com doutorado na área de sociologia, pesquisadora titular da Escola Nacional de Ciências Estatísticas. Professora do Mestrado em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais.
Roberto Luís da Silva Carvalho, Escola Nacional de Ciências Estatísticas e Universidade Federal do Amazonas
Mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais. Professor do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente, Universidade Federal do Amazonas.
Publicado
2014-12-09