Comunicação do governo federal e identidade brasileira: análise das logomarcas dos governos Lula e Dilma

Palavras-chave: semiótica, identidade, Brasil, logomarca, governo federal

Resumo

Este artigo procura entender, por meio da semiótica aplicada, o universo de sentido e os traços identitários brasileiros utilizados na comunicação do Governo Federal. Ao analisar as logomarcas dos governos Lula e Dilma, observou-se grande diferença entre os signos utilizados: enquanto no Governo Lula a miscigenação do povo brasileiro ganhava destaque, no Governo Dilma, o tema da desigualdade social e a estabilidade/força do Estado passam a ser o foco (dialogando com a crise de representação política atual).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alana Giro Jorge, Universidade de São Paulo

Graduação em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Universidade de São Paulo (USP) e ex-bolsista pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com projeto atrelado ao Centro de Estudos de Telenovela (CETVN) da mesma universidade. Trabalhou na área de pesquisa de mercado, atuando ad hoc. Dedica-se a estudar assuntos relacionados a identidade, semiótica e ciências sociais (graduação em curso).

Publicado
2017-06-07