Agência de Propaganda: Casa de Orates ou Templo do Oráculo

  • Goiamérico Felício Carneiro dos Santos UFG
Palavras-chave: agência de propaganda, casa de orates, templo do oráculo, cultura

Resumo

Diante das responsabilidades e dos compromissos que a sociedade midiática impõe, faz-se necessário repensar a percepção, os valores e os lugares que ocupam hoje as agências de propaganda. Assim, elas não poderiam estar no lugar de uma Casa de Orates: lugar de abrigo de lunáticos, sonhadores, inspirados, aptos a criar, instantaneamente, grandes sacadas, memoráveis campanhas e soluções mercadológicas em termos de comunicação? Se as agências têm por metas aconselhar, orientar, solucionar problemas dos seus clientes, não poderíamos inferir que essas se constituem em Templos do Oráculo, uma espécie de Santuário dos nossos tempos? Seriam os publicitários os novos Oráculos, aqueles que teriam as respostas para os problemas do mercado, das empresas, das instituições?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Goiamérico Felício Carneiro dos Santos, UFG
Poeta, Mestre em Estudos da Linguagem, Doutor em Letras, Professor do curso de Publicidade e Propaganda e Coordenador do Programa de Pós-Graduação (stricto sensu) em Comunicação da Facomb– Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia da UFG, onde integra a  Linha de Pesquisa Mídia e Cultura.
Publicado
2009-12-16