O paradoxo dos gimmicks na política: por que humanizar quem já é humano?

  • Sérgio Roberto Trein Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: política, gimmicks, humanização, comunicação política

Resumo

O objetivo desta pesquisa é o de compreender o uso de gimmicks na comunicação política. Na publicidade, os gimmicks servem para humanizar os produtos e, desta forma, criar um vínculo emocional com os consumidores. Por que, porém, no caso da política, humanizar quem já é humano? Para tentar explicar esta questão, inicialmente, é apresentada uma reflexão teórica sobre a desconfiança dos indivíduos nas instituições democráticas. Na sequência, são analisados os gimmicks de três políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Roberto Trein, Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Publicitário. Doutor em Comunicação Política. Professor dos cursos de Comunicação Social da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).
Publicado
2011-06-16