Selos e Apelos: Fabricação da Imagem de Açúcar “Verde” e Agendamento

  • Ivan Paganotti Universidade de São Paulo
  • Mariana de Toledo Marchesi Universidade de São Paulo
Palavras-chave: sustentabilidade, greenwashing, publicidade, açúcar, comunicação

Resumo

Este artigo analisa a construção da imagem de marcas sustentáveis de açúcar a partir das informações e representações imagéticas utilizadas nas embalagens para o consumidor. A representação da consciência socioambiental diverge entre as empresas avaliadas: União, Native e Guarani, que se baseiam em estratégias diferentes de agendamento dos comportamentos dos consumidores, e só as duas primeiras fundamentam sua imagem em selos e certificados de instituições que avaliam a gestão sustentável dos produtos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivan Paganotti, Universidade de São Paulo

Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com bolsa Capes. É pesquisador do grupo de estudos MidiAto/ECA-USP.

Mariana de Toledo Marchesi, Universidade de São Paulo

Mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). É pesquisadora do Centro de Pesquisas Atopos, da ECA-USP e trabalha na Assessoria de Marketing Corporativo do IPT.

Publicado
2017-06-07