Consumo de crack

característica de usuários em tratamento em um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas

  • Eliany Nazaré Oliveira Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Anny Caroline dos Santos Olímpio Santa Casa de Misericórdia de Sobral
  • João Breno Cavalcante Costa Santa Casa de Misericórdia de Sobral
  • Roberta Magda Martins Moreira Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Lycélia da Silva Oliveira Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Rita Wigna de Souza Silva Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas
Palavras-chave: Usuários de Drogas, Serviços de Saúde Mental, Cocaína, Crack, Sistemas de Apoio Psicossocial

Resumo

Objetivo: caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico de usuários de crack atendidos no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) de um município da mesorregião noroeste do Ceará. Método: estudo exploratório-descritivo, documental e retrospectivo, de abordagem quantitativa, realizado em 2014, utilizando um formulário desenvolvido a partir do roteiro de acolhimento do Caps AD. Resultados: constatou-se no estudo que a maior parte dos usuários de crack era do sexo masculino, com média etária de 25 anos, solteira e com Ensino Fundamental incompleto. Conclusão: o estudo contribuiu para que o profisisonal de saúde conheça o perfil, a realidade e os desafios enfrentados por esta população, elaborando estratégias de prevenção de doenças, promoção da saúde e intervenções fundamentadas nas estratégias de redução de danos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-11
Como Citar
Oliveira, E., Olímpio, A., Costa, J., Moreira, R., Oliveira, L., & Silva, R. (2019). Consumo de crack. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 15(4), 1-8. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2019.152138
Seção
Artigo Original