Assistência dos profissionais de saúde às crianças e adolescentes em situações de violência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.153963

Palavras-chave:

Assistência à Saúde, Pessoal de Saúde, Violência, Saúde Mental, Saúde da Criança, Saúde do Adolescente

Resumo

Objetivo: compreender a assistência realizada pelos profissionais de saúde às crianças e adolescentes que vivenciam situações de violência. Método: pesquisa fenomenológica por meio de entrevistas semiestruturadas, aplicadas de setembro a dezembro de 2015, com nove profissionais de saúde do Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil da capital do Ceará, Brasil. As falas transcritas foram categorizadas e analisadas conforme o referencial teórico da Fenomenologia Social de Alfred Schütz. Resultados: os entrevistados realizaram consultas individuais e atividades de grupo para explorar os sentimentos, conflitos e percepções das vítimas. Além disso, assistiram a família e desenvolveram ações com profissionais de outros serviços em busca de resoluções das questões sociais dos casos de violência. Conclusão: os profissionais de saúde precisam conhecer as motivações e os significados que eles atribuem às suas experiências com vítimas de violência para embasar novas ações nos serviços de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-02-20

Como Citar

Freitas, R. J. M. de, Moura, N. A. de, Feitosa, R. M. M., Lima, D. W. da C., Azevedo, L. D. S., & Monteiro, A. R. M. (2020). Assistência dos profissionais de saúde às crianças e adolescentes em situações de violência. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 16(1), 1-8. https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.153963

Edição

Seção

Artigo Original