Uso de álcool e tabaco entre universitários de Terapia Ocupacional de uma universidade pública

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.152411

Palavras-chave:

Estudantes, Tabaco, Bebidas Alcoólicas, Políticas Públicas, Prevenção & Controle

Resumo

Objetivo: traçar o perfil do uso de álcool e tabaco e seus fatores associados entre universitários de Terapia Ocupacional. Método: estudo transversal realizado com estudantes acima de 18 anos do primeiro ao último período do curso de Terapia Ocupacional de uma universidade pública. O instrumento de pesquisa utilizado foi o questionário proposto pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas para o I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras. Para a análise estatística, foi utilizado o Statistical Package for the Social Science. Resultados: a prevalência de “binge drinking no ano” foi de 61,5% e de “binge drinking no mês” foi de 46,8%. O uso na vida de tabaco foi de 36% e no ano de 25,7%. A religião mostrou-se significativamente associada ao “binge drinking no ano” e ao uso na vida e no ano de tabaco. “Pegar carona com o motorista da vez” e “Pegar carona com motorista alcoolizado” associaram-se significativamente às variáveis “binge drinking no ano” e “binge drinking no mês”. Conclusão: os resultados contribuem para criar ações de prevenção ao uso indevido de álcool e tabaco, bem como à inclusão ou ampliação da abordagem do tema no currículo do curso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-02-21

Como Citar

Pinho, M. C. de, Souza, R. C. F. de, Portugal, F. B., & Siqueira, M. M. de. (2020). Uso de álcool e tabaco entre universitários de Terapia Ocupacional de uma universidade pública. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 16(1), 1-12. https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.152411

Edição

Seção

Artigo Original