Perfil lipídico e consumo de bebida alcoólica

estudo longitudinal de saúde do adulto (ELSA-BRASIL)

Palavras-chave: Alcoolismo, Gorduras, Lipoproteínas HDL, Distribuição por Sexo

Resumo

Objetivo: investigar o efeito do consumo de álcool em geral e do tipo de bebida alcoólica consumida, em diferentes medidas lipídicas. Método: o efeito do consumo de álcool foi investigado, bem como do tipo de bebida alcoólica, em diferentes medidas lipídicas, em ambos os sexos de população do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto. Resultados: foram realizadas análises em relação ao tipo e quantidade de consumo de bebida alcoólica por sexo. O consumo baixo-amoderado de álcool, independentemente do tipo de bebida alcoólica consumida, resultou em níveis mais elevados de HDLcolesterol, HDL2-colesterol e HDL3-colesterol em homens e mulheres. Não houve participantes da pesquisa que consumiam quantidade baixa a moderada de bebidas alcoólicas destiladas. Os triglicerídeos tiveram efeitos inversos para homens e mulheres no perfil lipídico. Para homens, bebidas destiladas contribuíram para melhor perfil dos triglicerídeos, enquanto para mulheres foi o contrário. Homens que consumiam bebidas alcoólicas destiladas tiveram níveis menores de triglicerídeos e mulheres que consumiam bebidas alcóolicas destiladas
tiveram níveis maiores. Nossos resultados estão de acordo com os de estudos anteriores. Conclusão: o consumo de álcool resultou em níveis diferentes de medidas lipídicas séricas em homens e mulheres. Dessa forma, conclui-se que a resposta ao álcool tem diferenças biológicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-21
Como Citar
Naud, L., Bensenor, I., & Lotufo, P. (2020). Perfil lipídico e consumo de bebida alcoólica. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 16(1), 1-9. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2020.153349
Seção
Artigo Original