Ansiedade e depressão e uso de substâncias psicoativas em jovens universitários

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.155334

Palavras-chave:

Abuso de Substâncias, Estudantes, Ansiedade, Depressão

Resumo

Objetivo: identificar a frequência de ansiedade, depressão e uso de substâncias psicoativas em universitários. Método: estudo transversal. Os dados foram coletados utilizando a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão e questões sobre o uso de substâncias psicoativas. Resultados: foram entrevistados estudantes do primeiro ao sexto período de uma faculdade privada especializada em saúde no nordeste do Brasil. Foi utilizado um questionário sociodemográfico, para caracterizar a população e o uso de substâncias psicoativas, e a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão. Participaram 116 estudantes e 51,72% responderam fazer uso de alguma substância psicoativa, principalmente do álcool. Sintomas de ansiedade estiveram presentes em 28,45% e de depressão em 16,38%. Conclusão: a pesquisa apresentou dados compatíveis com os de outros estudos com esse tipo de população, identificando maior frequência de uso de substâncias em estudantes com sintomas de ansiedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-02-27

Como Citar

Barbosa, L. N. F., Asfora, G. C. A., & Moura, M. C. de. (2020). Ansiedade e depressão e uso de substâncias psicoativas em jovens universitários. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 16(1), 1-8. https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.155334

Edição

Seção

Artigo Original