Transtorno mental e risco de suicídio em usuários de substâncias psicoativas

uma revisão integrativa

Palavras-chave: Saúde Mental, Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias, Transtornos Mentais, Suicídio

Resumo

Objetivo: analisar as evidências científicas acerca da presença de transtornos mentais e o risco de suicídio em usuários de substâncias psicoativas. Método: revisão integrativa da literatura, realizada na LILACS, MEDLINE e SCOPUS, mediante os descritores: transtornos relacionados ao uso de substâncias, suicídio e transtornos mentais. Selecionaram-se os artigos completos disponíveis nos idiomas português, inglês ou espanhol, sem recorte temporal, todavia, foram excluídos os duplicados e que não responderam diretamente à pergunta norteadora, totalizando 17 artigos para análise. Resultados: os usuários de substâncias psicoativas apresentam qualidade de vida reduzida e maior comprometimento na saúde mental, que aumentam a probabilidade para comorbidades psiquiátricas associadas, como a depressão, esquizofrenia, transtorno bipolar e ansiedade, principalmente quando há o uso de múltiplas substâncias. Essa associação eleva as chances de os indivíduos cometerem suicídio em até 5,7 vezes. Conclusão: observa-se a relação direta entre os três fatores investigados, em que o uso de substâncias psicoativas aumenta a probabilidade de transtornos mentais e o risco de suicídio, tornando-se necessária a elaboração de estratégias eficazes em saúde para a identificação precoce dessas problemáticas e, assim, desenvolver intervenções a fim de minimizá-las.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-27
Como Citar
Moreira, R., Oliveira, E., Lopes, R., Lopes, M., Félix, T., & Oliveira, L. (2020). Transtorno mental e risco de suicídio em usuários de substâncias psicoativas. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 16(1), 1-10. https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.158433
Seção
Artigo de Revisão