Hobbes e a óptica

  • Guilherme Rodrigues Neto Associação Filosófica Scientiae Studia
Palavras-chave: Thomas Hobbes, história da óptica, teorias da visão, lei da refração, mecanicismo

Resumo

Este artigo faz uma breve apresentação do percurso teórico empreendido por Thomas Hobbes no domí- nio de suas teorias sobre a luz e a percepção visual. Pretende-se mostrar que a sucessão das teorias ópticas elaboradas por Hobbes orienta-se em direção a uma crescente mecanização e articulação dos aspectos “externos” e “internos” que concorrem para a produção da sensação. A doutrina hobbesiana da luz e da visão parece ter sido a única teoria disponível na primeira metade do século xvii que pretendeu formular uma explicação completa e unificada acerca do mecanismo da percepção sensorial, ou de reduzi-lo unicamente aos efeitos do “movimento local”
Publicado
2016-12-30
Como Citar
Rodrigues Neto, G. (2016). Hobbes e a óptica. Scientiae Studia, 14(2), 435-482. https://doi.org/10.11606/S1678-31662016000200007
Seção
Documentos Científicos