Valores, heurística e política do conhecimento

  • Helen Longino Stanford University. Department of Philosophy
Palavras-chave: Valores científicos. Valores cognitivos. Feminismo. Pluralismo

Resumo

Há um conjunto de valores, comumente denominados cognitivos, epistêmicos ou científi cos, que com frequência são considerados informativos do bom juízo científi co, quando a evidência se esgota. Contrastando esses valores com um conjunto alternativo, delineado no trabalho de cientistas, historiadoras e fi lósofas feministas, é possível mostrar como a dependência desses valores chamados científi cos tem consequências sociais problemáticas. O artigo examina a valencia social diferencial dos dois conjuntos de valores, argumenta que nenhum dos dois deve ser considerado como dando as condições de produ- ção da verdade e propõe que ambos pertencem a um coleção (provavelmente maior) de heurísticas cuja conveniência depende das características da investigação particular na qual são empregadas

Biografia do Autor

Helen Longino, Stanford University. Department of Philosophy
Department of Philosophy, Stanford University, California, United States
Publicado
2017-06-14
Como Citar
Longino, H. (2017). Valores, heurística e política do conhecimento. Scientiae Studia, 15(1), 39-57. https://doi.org/10.11606/51678-31662017000100003
Seção
Artigos