Artes da conspiração: figurações do intelectual em Um crime delicado de Sérgio Sant'Anna

  • Jefferson Agostini Mello Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades
Palavras-chave: Sérgio SantAnna, metáforas da crítica, literatura contemporânea

Resumo

A proposta deste artigo é discutir, a partir da leitura do romance Um crime delicado, de Sérgio Sant'Anna, as formas de representação do intelectual da cultura no contexto de uma sociedade de consumo. Por meio da análise da posição do narrador-personagem e da forma dissimulada através da qual aborda a matéria trabalhada no romance, tenciona-se demonstrar as articulações entre um novo esteticismo, a forma literária e a sociedade contemporânea

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson Agostini Mello, Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades
é professor da área de Arte, Literatura e Cultura no Brasil da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo
Publicado
2010-12-03
Como Citar
Mello, J. (2010). Artes da conspiração: figurações do intelectual em Um crime delicado de Sérgio Sant’Anna. Teresa, (10-11), 251-267. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/teresa/article/view/116863
Seção
Literatura Brasileira do Presente: Tendências