O sentido da memória em “Elegia”, de Cecília Meireles

  • Mariana Carlos Maria Neto Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Cecília Meireles, poesia, memória, afeto, morte

Resumo

Neste artigo analisaremos o poema “Elegia”, de Cecília Meireles, tendo por finalidade compreender de que forma a memória auxilia o sujeito poético a libertar-se do luto e a refazer um sentido para sua percepção de mundo, que depois da perda do ser amado, encontrava-se fraturada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Carlos Maria Neto, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Formada em português-latim pela universidade de São Paulo e mestre em Literatura Brasileira pela mesma instituição. No mestrado dedicou-se à poesia de Cecília Meireles

Publicado
2018-12-13
Como Citar
Maria Neto, M. (2018). O sentido da memória em “Elegia”, de Cecília Meireles. Teresa, 1(19), 59-71. https://doi.org/10.11606/issn.2447-8997.teresa.2018.146124
Seção
Artigos