Sociologia do desvio e interacionismo

  • Rita de Cássia Pereira Lima UNAERP; Faculdade de Medicina
Palavras-chave: sociologia do desvio, interacionismo, labelling theory

Resumo

Este artigo é essencialmente teórico e tem como objetivo apresentar uma análise histórica não exaustiva da sociologia do desvio, privilegiando as teorias interacionistas. Inicialmente, após um breve relato sobre a aparição da sociologia do desvio em Chicago, serão comentadas três tendências que buscam analisar as causas do desvio: o funcionalismo, a anomia e o culturalismo. Em seguida, o interacionismo surge como uma proposta de rompimento com o enfoque causal. A especificidade da teoria interacionista, particularmente a "Labelling Theory" de H. Becker, encontra-se na ação coletiva e na ênfase no processo social através do qual um indivíduo ou grupo é considerado desviante pelos demais. Para finalizar, serão mencionadas algumas tendências mais recentes, por exemplo, a fenomenologia e a etnometodologia, acrescidas de algumas críticas dirigidas ao conjunto dessas teorias, especialmente por Pierre Bourdieu.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2001-05-01
Como Citar
Lima, R. (2001). Sociologia do desvio e interacionismo . Tempo Social, 13(1), 185-201. https://doi.org/10.1590/S0103-20702001000100012
Seção
Artigos