Vocação deambulatória e convivência com deserdados: caminhadas de Lima Barreto pelo centro do Rio de Janeiro

Palavras-chave: Lima Barreto, Rio de Janeiro, Crônicas, Caminhadas, Racismo

Resumo

Através de uma incursão no passado numa perspectiva etnográfica, pretende-se reconstituir aspectos antropologicamente relevantes das vivências do escritor Afonso Henriques de Lima Barreto (1881-1921) na cidade do Rio de Janeiro. Lançaremos um olhar atento às relações entre os citadinos e destes com os espaços urbanos, com base naquilo que emerge das crônicas do autor em questão. Nesse âmbito, também abordaremos aspectos decorrentes das discriminações sociais e raciais sofridas por Lima Barreto, com ênfase na forma como ocorreram em interações na vida urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heitor Frúgoli Jr., Universidade de São Paulo

Docente do Departamento de Antropologia da FFLCH-USP e coordenador do Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade (Geac-USP).

Márcio Macedo, Fundação Getúlio Vargas

Docente do Departamento de Gestão Pública (GEP) da Eaesp-FGV e doutorando em sociologia da New School for Social Research.

Referências

Agier, Michel. (2011), Antropologia da cidade: lugares, situações, movimentos. São Paulo, Terceiro Nome.
Antônio, João. (1977), Calvário e porres do pingente Afonso Henriques de Lima Barreto. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira.
Antônio, João (1997), “Lima Barreto aqui e lá fora”. In: Barreto, Lima. Triste fim de Policarpo Quaresma. Edição crítica. Antonio Houaiss e Carmen L. Negreiros (coords.). Madri/Paris/México/Buenos Aires/São Paulo/Lima/Guatemala/San José de Costa Rica/Santiago de Chile, ALLCA XX, pp. 485-488.
Arantes, Antonio Augusto. (2000), Paisagens paulistanas: transformações do espaço público. São Paulo, Editora da Unicamp/Imprensa Oficial.
Barbosa, Francisco de Assis. ([1952] 1975), A vida de Lima Barreto (1881-1922). 5 ed. Rio de Janeiro/Brasília, José Olympio/Instituto Nacional do Livro.
Barreto, Lima ([1920] 2017), “Sobre o carnaval” [2/1920]. In: Resende, Beatriz. (org.). Lima Barreto: cronista do Rio. Belo Horizonte/Rio de Janeiro, Autêntica/fbn, pp. 117-122.
Barreto, Lima ([1921a] 2017), “Feiras e mafuás” [28/7/1921]. In: Resende, Beatriz (org.), Lima Barreto: cronista do Rio. Belo Horizonte/Rio de Janeiro, Autêntica/fbn, pp. 149-155.
Barreto, Lima ([1921b] 2017), “O trem de subúrbios” [21/12/1921]. In: Resende, Beatriz (org.). Lima Barreto: Cronista do Rio. Belo Horizonte/Rio de Janeiro, Autêntica/fbn, pp. 227-232.
Barreto, Lima ([1922] 2017), “Será sempre assim?” [7/1/1922]. In: Resende, Beatriz (org.). Lima Barreto: Cronista do Rio. Belo Horizonte/Rio de Janeiro, Autêntica/fbn, pp. 216-219.
Benchimol, Jaime Larry. (1982), “O Rio de Janeiro na época de Lima Barreto”. In: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. O Rio de Janeiro de Lima Barreto. Rio de Janeiro, Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, pp. 11-24 (Catálogo da Exposição).
Carvalho, Maria Alice Rezende. (1994), Quatro vezes cidade. Rio de Janeiro, 7Letras.
Certeau, Michel de. ([1980], 2014), “Caminhadas pela cidade”. In: Certeau, Michel de. A invenção do cotidiano. 1. Artes de fazer. 22 ed. Petrópolis, Vozes, pp. 157-177.
Duarte, Bruno Marques. (2013), “Calvário e porres do pingente Afonso Henrique de Lima Barreto, de João Antonio e o novo romance histórico brasileiro”. Revista de Letras, Curitiba: 17 (15), 1-16.
Frúgoli Jr., Heitor. (2007), Sociabilidade urbana. Rio de Janeiro, Zahar.
Machado Da Silva, Luiz Antonio. ([1969] 2016), “O significado do botequim”. In: Machado Da Silva, Luiz Antonio. Fazendo a cidade: trabalho, moradia e vida local entre as camadas populares urbanas. Rio de Janeiro, Mórula, pp. 48-69.
Marins, Paulo César Garcez. (1998), “Habitação e vizinhança: limites da privacidade no surgimento das metrópoles brasileiras”. In: Sevcenko, Nicolau. (org.). História da vida privada no Brasil, n. 3: República: da Belle époque à era do rádio. São Paulo, Companhia das Letras, pp. 131-214.
Nava, José. (12/6/1949), “Recordações do escritor Afonso Henriques”, Folha de Minas, Belo Horizonte.
Needell, Jeffrey. (1993), Belle époque tropical: sociedade e cultura de elite no Rio de Janeiro na virada do século. São Paulo, Companhia das Letras.
O’Donnell, Julia. (2008), De olho na rua: a cidade de João do Rio. Rio de Janeiro, Jorge Zahar.
Pasqual, Camila Marcelina. (2016), “Lima Barreto: um pingente entre a literatura e a realidade”. Caderno de Letras, Pelotas: 27, 155-166, jul.-dez.
Prado, Antonio Arnoni. (1999), “Lima Barreto personagem de João Antônio”. Remate de Males, Campinas: 19, 147-167.
Resende, Beatriz. ([1993] 2016), Lima Barreto e o Rio de Janeiro em fragmentos. Belo Horizonte, Autêntica.
Resende, Beatriz (org.). (2017), Lima Barreto: cronista do Rio. Belo Horizonte/Rio de Janeiro, Autêntica/fbn.
Rio, João do. (1906), As religiões do Rio. Rio de Janeiro, Garnier.
Rio, João do. (1997 [1909]), A alma encantadora das ruas. São Paulo, Companhia das Letras.
Santiago, Jorge P. (2008), “A obra literária de Lima Barreto, uma protoantropologia da cidade”. In: Junqueira, Ivan et al. Ensaios premiados: a obra de Lima Barreto (2° Concurso Internacional de Monografias). Brasília, Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores, pp. 19-85.
Schwarcz, Lilia Moritz & Starling, Heloisa Murgel. (2015), Brasil: uma biografia. São Paulo, Companhia das Letras.
Schwarcz, Lilia Moritz. (2010), “Lima Barreto: termômetro nervoso de uma frágil República”. In: Schwarcz, Lilia Moritz (org.). Contos completos de Lima Barreto. São Paulo, Companhia das Letras, pp. 15-54.
Schwarcz, Lilia Moritz (2017), Lima Barreto: triste visionário. São Paulo, Companhia das Letras.
Sevcenko, Nicolau. ([1983] 2003), Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo, Companhia das Letras.
Silva, Hélio Raymundo. (2009), “A situação etnográfica: andar e ver”. Horizontes Antropológicos, 32: 171-188.
Simões, Júlio Assis; França, Isadora Lins & Macedo, Márcio. (2010), “Jeitos de corpo: cor/raça, gênero, sexualidade e sociabilidade juvenil no centro de São Paulo”. Cadernos Pagu, 35: 37-78.
Simmel, Georg. (2006), “A sociabilidade”. In: Questões fundamentais da sociologia. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, pp. 59-82.
Walty, Ivete Lara Camargos. (2014), A rua da literatura e a literatura da rua. Belo Horizonte, Editora da UFMG.
Publicado
2019-04-17
Como Citar
Frúgoli Jr., H., & Macedo, M. (2019). Vocação deambulatória e convivência com deserdados: caminhadas de Lima Barreto pelo centro do Rio de Janeiro. Tempo Social, 31(1), 91-111. https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2019.151253
Seção
Dossiê: Pensar a cidade (no Brasil): Espaços e tempos