Caminhos da sociologia no Brasil: Modos de vida e experiência

  • Elisabeth Souza Lobo Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas,
Palavras-chave: Classes trabalhadoras, Modos de vida, Praticas cotidianas, Experiência, Cultura, Heterogeneidade

Resumo

O artigo se propõe identificar as diversas trilhas temáticas que os estudos e pesquisas sobre classes trabalhadoras nos anos 80 percorreram até desaguar na emergência de um novo tema unificador - os modos de vida - que desloca a ênfase das condições de vida e das práticas político-institucionais da classe operária para as práticas cotidianas e representações, as tradições e trajetórias distintas dos trabalhadores e trabalhadoras, propondo uma abordagem que, na encruzilhada da Sociologia com a História Social e a Antropologia Cultural, resgata a heterogeneidade da formação e as experiências diferenciadoras das classes trabalhadoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisabeth Souza Lobo, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas,
Professora do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo
Como Citar
Lobo, E. (1). Caminhos da sociologia no Brasil: Modos de vida e experiência. Tempo Social, 4(1/2), 7-15. https://doi.org/10.1590/ts.v4i1/2.84907
Seção
Dossiê Modos de Vida