O efeito-Foucault na historiografia brasileira

  • Margareth Rago Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: História, História documental, História nova, Descontinuidade, Subjetivação

Resumo

O artigo investiga as transformações nas concepções do que é história e, portanto, nas formas de estudá-la, após as proposições conceituais elaboradas por Foucault. A mudança do foco da análise dos fatos e eventos para as bases epistemológicas das formas de discurso que os conceberam enquanto tais, fará com que o historiador busque compreenders os campos de relações de força nos quais se constituem os jogos de poder, e não mais se deter em uma suposta verdade documental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margareth Rago, Universidade Estadual de Campinas
Professora do Departamento de História do Instituto de Filosofia de Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas
Como Citar
Rago, M. (1). O efeito-Foucault na historiografia brasileira. Tempo Social, 7(1/2), 67-82. https://doi.org/10.1590/ts.v7i1/2.85207
Seção
Foucault - um pensamento desconcertante