[1]
M. de M. Pimenta, “ Transições incertas ”, Tempo Soc., vol. 17, nº 2, p. 381-386, nov. 2005.