Laboratório de humanidades: percurso estético literário como dinâmica humanizadora na saúde

Palavras-chave: laboratório de humanidades, humanização em saúde, literatura e medicina

Resumo

Este trabalho integra o Projeto de Pesquisa Regular FAPESP As Patologias da Modernidade e os Remédios das Humanidades: investigação e experimentação e tem como objetivo apresentar o papel das Humanidades como caminho de humanização efetiva no âmbito da saúde partindo de uma experiência educacional concreta: o Laboratório de Humanidades, em especial, em seu percurso estético literário compreendido com base no referencial teórico de Mikhail Bakhtin, na dinâmica entre fruição de obras literárias e repertório filosófico conjugados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jacqueline Izumi Sakamoto

Doutora em Saúde Coletiva pela EPM/UNIFESP,

Pedagoga e Mestre em Ciências da Religião pela PUC/SP

Dante Marcello Claramonte Gallian, Universidade Federal de São Paulo. Centro de História e Filosofia das Ciências

Diretor do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde (CeHFi) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Professor-orientador dos Programas de Pós-Graduação "Ensino em Ciências da Saúde" do CEDESS da UNIFESP e "Saúde Coletiva" do Departamento de Medicina da UNIFESP.

Publicado
2016-09-27
Como Citar
Sakamoto, J., & Gallian, D. (2016). Laboratório de humanidades: percurso estético literário como dinâmica humanizadora na saúde. Via Atlântica, (29), 153-171. https://doi.org/10.11606/va.v0i29.107965
Seção
Dossiê 29: Tecidos do Humano - Literatura e Medicina