CONSTRUÇÃO E PROBLEMATIZAÇÃO DA IDENTIDADE LÉSBICA NA OBRA DE CASSANDRA RIOS

Palavras-chave: Cassandra Rios, literatura brasileira, marginalidade, homossexualidade

Resumo

Grande parte da produção literária de Cassandra Rios, muito popular nos anos 1960 e 1970, é consagrada à descrição de relações homossexuais femininas em cenários urbanos. Em sua obra, a autora deu voz a personagens lésbicas, seus desejos e suas angústias. O sentimento de inadequação, bastante presente nesses romances está, muitas vezes, associado à busca por uma identidade ou mesmo por uma definição de lesbianidade. Este trabalho tem por objetivo mostrar de que maneira Cassandra Rios, através de suas personagens femininas, representa e dá visibilidade a um “estar/ser à margem”. Buscaremos mostrar também que, ao buscar construir uma “identidade” lésbica, a autora problematiza questões que se tornarão, nas décadas seguintes, centrais para a teoria queer como a diferença entre orientação sexual e identidade de gênero e a noção de performatividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Alexander do Carmo Silva, Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3
Doutorando na Université Sorbonne Nouvelle – Paris 3 ; École Doctorale 122 – Europe Latine, Amérique Latine ; Centre de Recherches sur les Pays Lusophones (CREPAL), Paris, França – leonardoalexandersilva@gmail.com. Professor de português língua estrangeira e tradução na Université Paris-Sorbonne. Mestre em Literatura Comparada, pela Université Paris-Sorbonne, e mestre em Estudos Lusófonos, pela Université Sorbonne Nouvelle.
Publicado
2018-09-11
Como Citar
Silva, L. A. (2018). CONSTRUÇÃO E PROBLEMATIZAÇÃO DA IDENTIDADE LÉSBICA NA OBRA DE CASSANDRA RIOS. Via Atlântica, (33), 81-94. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/viaatlantica/article/view/139764
Seção
Dossiê 33: Queerizar o cânone luso-afro-brasileiro