UMA INTERROGAÇÃO SOBRE O ENSINO DAS LITERATURAS EM PORTUGUÊS: ENTRE O "CÂNONE LUSÓFONO" E A “EMOÇÃO ESTÉTICO-PATRIÓTICA”

Palavras-chave: literaturas em português, sistema nacional, cânone lusófono, cânone escolar, pedagogia intercultural

Resumo

Para muitos “empresários da memória” dos países de língua portuguesa é politicamente correto declarar que a língua comum funciona no “nosso caso”, mais do que em outros casos em que a língua europeia é idioma oficial, como um elo sólido fundamentado numa “história original”. Os países de língua portuguesa, quando “chegaram” à arena internacional, encontraram blocos de solidariedade, com base nos mais diversos elementos, já constituídos num mundo globalizado e superdiverso em que, paradoxalmente, a reivindicação da diferença é uma das marcas mais impositivas. Levanta-se a seguinte questão: no estudo da literatura, como “resolver a questão” da nacionalidade dos escritores que escrevem em português? O que ensinar: literaturas em português ou “literatura nacional”, entendida como “emoción estético-patriótica” (José-Carlos Mainer)?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inocência Mata, Universidade de Lisboa-Centro de Estudos Comparatistas/ Universidade de Macau

Professora da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa na área de Literaturas, Artes e Culturas. É doutora em Letras pela Universidade de Lisboa, com pós-doutoramento em Estudos Pós-coloniais (Postcolonial Studies, Identity, Ethnicity, and Globalization) pela Universidade de Califórnia, Berkeley e um estágio pós-doutoral em Estudos Pós-coloniais na London School of Economics. É investigadora do Centro de Estudos Comparatistas. Possui experiência na área de Letras (Outras Literaturas Vernáculas, Multiculturalismo e Dinâmicas Interculturais e, sobretudo, Estudos Pós-coloniais). As sua áreas de investigação são: história, memória, identidade; literaturas em português; relações estéticas entre literaturas em português. É membro da Associação Internacional de Literatura Comparada, da Association por L Étude des Literatures Africaines (sediada em França), da AFROLIC - Associação Internacional de Estudos Africanos (São Paulo) e da AILP-CSH Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa. Membro fundador da UNEAS União Nacional de Escritores e Artistas de São Tomé e Príncipe e Sócia Honorária da UEA Associação de Escritores Angolanos. Membro Correspondente da Academia das Ciências de Lisboa - Classe de Letras.

Atualmente exerce funções transitórias como Professora Associada  no Departamento de Português da Faculdade de Artes e Humanidades da Universidade de Macau, de que é deputy head.

Publicado
2018-09-11
Como Citar
Mata, I. (2018). UMA INTERROGAÇÃO SOBRE O ENSINO DAS LITERATURAS EM PORTUGUÊS: ENTRE O "CÂNONE LUSÓFONO" E A “EMOÇÃO ESTÉTICO-PATRIÓTICA”. Via Atlântica, (33), 409-420. https://doi.org/10.11606/va.v0i33.141289
Seção
Outros Textos