ENTRE O GÊNERO E A RAÇA: UMA LEITURA DE A COR DA TERNURA, DE GENI GUIMARÃES

Palavras-chave: literatura infanto-juvenil, gênero, relações étnico-raciais

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o romance infanto-juvenil A cor da ternura (1989), de Geni Guimarães, destacando aspectos relacionados tanto à questão racial - como a afirmação identitária do negro - quanto à questão do gênero - como o papel da mulher numa sociedade patriarcal. Para tanto, este artigo procura inserir o referido romance no contexto da literatura afro-brasileira, especialmente em sua vertente infanto-juvenil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício Silva, Universidade Nove de Julho

Professor de Mestrado e Doutorado na Universidade Nove de Julho. Doutor em Letras Clássicas e Vernáculas pela Universidade de São Paulo.

Publicado
2019-11-21
Como Citar
Silva, M. (2019). ENTRE O GÊNERO E A RAÇA: UMA LEITURA DE A COR DA TERNURA, DE GENI GUIMARÃES. Via Atlântica, (36), 273-283. https://doi.org/10.11606/va.v0i36.145838