A ESCRITA DE MULHERES E A ESCRITA SOBRE MULHERES NA REVISTA GOESA O ACADÉMICO (1940 – 1943)

Autores

  • Viviane Souza Madeira Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i36.160336

Palavras-chave:

escrita das mulheres, escrita de homens sobre mulheres, imprensa periódica, O Académico, Goa

Resumo

Este artigo discute textos escritos sobre mulheres por homens e mulheres na revista goesa O Académico (1940-1943). Embora não tenha sido particularmente voltada à leitoras, mas a um público mais amplo – a “juventude goesa” – a revista contém artigos que abordam a questão da mulher nas esferas da ciência, da política e da literatura. Como um dos seus objetivos era “emancipar intelectualmente a juventude goesa”, entendemos que a educação das jovens de Goa estava no escopo da publicação, colocando a questão de gênero também como central. Identificamos um desejo de modernização por parte da intelligentsia goesa que compunha o corpo editorial da revista a partir de uma preocupação com ideias mais progressistas e da presença consistente de escritoras no espaço público proporcionado por O Académico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane Souza Madeira, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas. Programa de Literatura Portuguesa.

Downloads

Publicado

2019-11-28

Como Citar

Madeira, V. S. (2019). A ESCRITA DE MULHERES E A ESCRITA SOBRE MULHERES NA REVISTA GOESA O ACADÉMICO (1940 – 1943). Via Atlântica, (36), 142-166. https://doi.org/10.11606/va.v0i36.160336

Edição

Seção

Dossiê 36: Conflitos e convergências - vida literária e intelectual em Goa

Dados de financiamento