LITERATURA CONTEMPORÂNEA DE AUTORIA NEGRA EM PORTUGAL: IMPASSES E TENSÕES

Autores

  • Rosangela Sarteschi Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i36.163936

Palavras-chave:

literatura negra portuguesa, racismo em português, autoria negra portuguesa

Resumo

O presente artigo tem por objetivo problematizar a presença autoral negra na literatura portuguesa contemporânea, procurando compreender de que maneira essa presença ocorre e os mecanismos sociais, políticos e literários de eventuais apagamentos e silenciamentos na estruturação da sociedade portuguesa. Serão abordadas questões históricas que envolvem o processo colonial português e que reverberam na estruturação dessa sociedade no século XXI, resultando no racismo como traço distintivo das relações sociais e no emudecimento frente a esse tema por parte do poder público e da sociedade em geral. Dessa perspectiva, o texto literário coloca-se como uma possibilidade de contribuição nos processos de desvelamento dos mecanismos que orientam as relações e as contradições sociais e as tensões dali decorrentes no que se refere especialmente às confrontações raciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosangela Sarteschi, Universidade de São Paulo

PROFESSORA DOUTORA DA ÁREA DE ESTUDOS COMPARADOS DE LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA DA FFLCH/USP

Downloads

Publicado

2019-11-28

Como Citar

Sarteschi, R. (2019). LITERATURA CONTEMPORÂNEA DE AUTORIA NEGRA EM PORTUGAL: IMPASSES E TENSÕES. Via Atlântica, (36), 283-304. https://doi.org/10.11606/va.v0i36.163936