AS MULHERES À BEIRA DE UM IMPÉRIO NERVOSO NA OBRA DE PAULINA CHIZIANEE UNGULANI BA KA KHOSA

  • Hilary Owen Machester University
Palavras-chave: nação, corpo, Moçambique, Ungulani Ba Ka Khosa, Paulina Chiziane

Resumo

ESTE ARTIGO FAZ UMA LEITURA COMPARATIVA DO CONCEITO DE “FRONTEIRA NACIONAL” EM UALALAPI, DE UNGULANI BA KA KHOSA, E AS ANDORINHAS, DE PAULINA CHIZIANE, OBRAS ONDE FIGURA O IMPERADOR DE GAZA, NGUNGUNHANE. EM KHOSA, ABORDAREI A INFLUÊNCIA DO CONCEITO DE “ABJECÇÃO” (EXPULSÃO DO CORPO MATERNAL ABJECTO) NA DEFINIÇÃO DESSA FRONTEIRA SEGUNDO O MODELO IMPERIAL E EXPANSIONISTA DE NGUNGUNHANE, ENTÃO COOPTADO PELA FRELIMO (CHANGAANIZADA) DE MACHEL. COM CHIZIANE, APRESENTO UMA OUTRA VISÃO DO TERMO, BASEADA NAS MITOLOGIAS CHOPES EM TORNO DO FUNDADOR DA FRELIMO EDUARDO MONDLANE E DA ATLETA LURDES MUTOLA.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-06-28
Como Citar
Owen, H. (2010). AS MULHERES À BEIRA DE UM IMPÉRIO NERVOSO NA OBRA DE PAULINA CHIZIANEE UNGULANI BA KA KHOSA. Via Atlântica, (17), 43-56. https://doi.org/10.11606/va.v0i17.50532
Seção
Dossiê 17: nação e narrativa pós-colonial