Os aspectos do trágico e a tematização da arte em Querida (2009) de Lygia Bojunga

  • Luciana Ferreira Leal Faculdade FACCAT
Palavras-chave: Elementos do trágico, Arte, Querida, Lygia Bojunga

Resumo

O artigo discorrerá sobre os aspectos do trágico na obra Querida (2009) de Lygia Bojunga. O objetivo será o de discutir a presença de temas trágicos como hybris, patético, incesto simbólico e presságios. Lygia Bojunga faz de Pollux, protagonista do livro, um menino entregue ao ciúme que sente da mãe. Ele encontra refúgio dos efeitos devastadores desta emoção na casa de um parente desconhecido: Pacífico. As histórias afetivas de Pollux e Pacífico se entrelaçam, levando os dois a questionamentos e apaziguamentos definitivos. Querida também trata de um tema recorrente na obra de Lygia, a questão da arte. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Ferreira Leal, Faculdade FACCAT
Mestre em Letras pela Universidade Estadual de Londrina, UEL, Paraná e Doutora e pós-doutoranda em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, São Paulo
Publicado
2014-11-04
Como Citar
Leal, L. (2014). Os aspectos do trágico e a tematização da arte em Querida (2009) de Lygia Bojunga. Via Atlântica, (26), 133-148. https://doi.org/10.11606/va.v0i26.82583
Seção
Dossiê 26: Literatura, cultura e juventude