Olhares sobre o Império Manuel Alegre e Manoel de Oliveira

Autores

  • Aparecida de Fatima Bueno Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i26.88547

Palavras-chave:

Imperialismo, Colonialismo, Manuel Alegre, Manoel de Oliveira

Resumo

Em Jornada de África (1989), de Manuel Alegre, e Non, ou a vã glória de mandar (1990), de Manoel de Oliveira, há um explícito diálogo entre o presente da guerra colonial em África – espaço em que se encontram os protagonistas de ambas as obras – e o passado do país, com especial ênfase à batalha de Alcácer Quibir. Pretendemos, ao confrontar o filme e o romance, refletir sobre a trajetória imperialista e o fim do colonialismo português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-11-04

Como Citar

Bueno, A. de F. (2014). Olhares sobre o Império Manuel Alegre e Manoel de Oliveira. Via Atlântica, (26), 287-301. https://doi.org/10.11606/va.v0i26.88547

Edição

Seção

Outros Textos