Um breve atlas do romance português do século XVIII

Autores

  • Moizeis Sobreira Sousa Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i27.88718

Palavras-chave:

romance, século XVIII, século XIX

Resumo

O romance português do século XVIII tem sido peremptoriamente ignorado ou apontado como quase inexiste pela historiografia literária. Todavia, um exame mais detido da produção romancística dessa época comprova não apenas o cultivo de romance no Portugal Setecentista, mas também a possibilidade de diálogo com romancistas lusitanos do século XIX, afastando a hipótese segundo a qual essa forma surge na faixa oeste da Península Ibérica como mera extensão dos desdobramentos do romance franco-inglês.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moizeis Sobreira Sousa, Universidade de São Paulo

Pós-Doutorando em História e Teoria Literária pela Universidade de Campinas (UNICAMP). Doutor em Letras - Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa - pela Universidade de São Paulo (USP), com período sanduíche na Universidade de Lisboa. Mestre em Letras pelo Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Universidade de São Paulo (USP). Graduação em Letras, com bacharelado e licenciatura em português/francês, pela Universidade de São Paulo (USP). É autor do livro "A ficção camiliana: a escrita em cena" e organizador do livro "Descentramentos críticos nas literaturas de língua portuguesa".

Downloads

Publicado

2015-06-21

Como Citar

Sousa, M. S. (2015). Um breve atlas do romance português do século XVIII. Via Atlântica, (27), 357-371. https://doi.org/10.11606/va.v0i27.88718

Edição

Seção

Outros Textos