Colorindo Vogais

  • Álvaro Cardoso Gomes Professor Titular da USP Professor Titular da UNISA
Palavras-chave: interdisciplinar, poesia simbolista, vogais, cores, símbolos

Resumo

Este artigo interdisciplinar analisa o soneto “Voyelles”, do poeta simbolista Arthur Rimbaud, procurando mostrar como ele trabalha com a chamada “audição colorida”, procurando fundir o som à cor. Como se poderá verificar pelo texto, a atribuição de cores às vogais, de maneira arbitrária, servirá para que o poeta desperte sensações novas e crie imagens alucinadas. Isto faz que o poema se revele como uma experiência única e muito pessoal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Cardoso Gomes, Professor Titular da USP Professor Titular da UNISA
Pós-graduação: Coordenador do Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas da Unisa
Publicado
2015-12-22
Como Citar
Gomes, Álvaro. (2015). Colorindo Vogais. Via Atlântica, (28), 349-363. https://doi.org/10.11606/va.v0i28.97646
Seção
Outros Textos