“Minúsculos sinais da esperança”: intuições sobre o político na escrita de Mia Couto

  • Luana Antunes Costa Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Mia Couto, literatura e política, intelectual, ensaio, literatura moçambicana

Resumo

O artigo propõe uma leitura crítica do texto “E se Obama fosse africano?”, do escritor moçambicano Mia Couto (2009), publicado inicialmente no jornal Savana em 2008, quando da ascensão de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos da América. A fim de surpreendermos as estratégias de elaboração do discurso miacoutiano sobre a cena política global e local, as tensões nos planos sóciocultural e político presentes dentro e fora do Continente Africano, nos apoiaremos no pensamento de Edward Said sobre a performatividade do sujeito intelectual, na teoria do ensaio desenvolvida pela crítica argentina Liliana Weinberg e nas declarações de Mia Couto sobre o caráter estético de seus textos interventivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Antunes Costa, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Doutora em Letras (Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa), pela Universidade de São Paulo (2014), mestre em Letras (Literatura Portuguesa e Literaturas Africanas de Língua Portuguesa), pela Universidade Federal Fluminense (2008), graduada em Letras (Língua e Literatura Portuguesa e Francesa) pela Universidade Estadual Paulista (2005). Desenvolve pesquisa no campo das Literaturas de Língua Portuguesa e Literaturas Francófonas, com destaque para as relações entre Literatura e outros campos de saberes das Ciências Humanas, como História e Política. Atua como docente em programas de formação continuada de profissionais da educação básica e superior em Educação para as Relações Étnico-raciais e Literaturas Africanas e Afro-brasileira. Atua como tradutora (Francês> Português) de obras artísticas e científicas. Atualmente é pesquisadora pós-doc na Universidade Federal Fluminense. 
Publicado
2015-06-21
Como Citar
Costa, L. (2015). “Minúsculos sinais da esperança”: intuições sobre o político na escrita de Mia Couto. Via Atlântica, (27), 181-196. https://doi.org/10.11606/va.v0i27.98617
Seção
Dossiê 27: Literaturas Africanas de Língua Portuguesa e o Pós-Independência