Público: a audiência performática em caixas de comentários no YouTube

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2020.170098

Palavras-chave:

audiências, Público, Performance, YouTube, Audiências

Resumo

O presente artigo é resultado de parte de uma pesquisa de mestrado, que lança uma mirada para a audiência de canais no YouTube. Aqui, entretanto, expandimos essa reflexão para propor a noção de público ao nos referirmos a estes comentaristas de vídeos, o que se justifica pela dimensão performática que assumem ao marcarem posição, muitas vezes acionada por supertemas. Através da análise dos comentários em vídeos de uma playlist, conseguimos mapear alguns tipos de performances e seus fluxos, que estão apresentados no texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Coruja, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Jornalista formada pela Unisinos, mestra e doutoranda em Comunicação e Informação do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGCOM/UFRGS).

Referências

AMARAL, A.; SOARES, T.; POLIVANOV, B. Disputas sobre performance nos estudos de Comunicação: desafios teóricos, derivas metodológicas. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, v. 41, n. 1, 2018.

BABO, I. O acontecimento e seus públicos. Comunicação & Sociedade, v. 23, 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4ª ed. Lisboa: Edições 70, 2011.

CORUJA, P. Expressões do(s) feminismo(s): discussões do público com a youtuber Jout Jout. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2017.

CORUJA, P. Comentários no YouTube: uma proposta metodológica de análise a partir de uma pesquisa realizada no canal Jout Jout Prazer. In: MORALES, Y.; SOUSA, L.; LAPA, B. (orgs.). Experiências metodológicas em pesquisas da comunicação. São Luís: EDUFMA, 2018.

DAYAN, D. Dar atenção à atenção: um olhar sobre as audiências e os públicos. In: ABRANTES, J.; DAYAN, D. (org.). Televisão: das audiências aos públicos. Lisboa: Livros Horizonte, 2006.

DAYAN, D. Televisão, o quase-público. In: ABRANTES, J.; DAYAN, D. (org.). Televisão: das audiências aos públicos. Lisboa: Livros Horizonte, 2006.

DIJCK, J. V. The Culture of connectivity: a critical history of social media. New York: Oxford University Press, 2013.

HINE, C. Estratégias para etnografia da internet em estudos de mídia. In: CAMPANELLA, B.; BARROS, C. Etnografia e consumo midiático: novas tendências e desafios metodológicos. Rio de Janeiro: E-papers, 2016.

HINE, C. Etnografia virtual. Barcelona: UOC, 2004.

JENKINS, H. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.

JENKINS, H. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

JENSEN, K. Media convergence: the three degrees of network, mass and interpersonal communication. New York: Routledge, 2010.

JENSEN, K. La semiotica social de la comunicación de masas. Barcelona: Bosch, 1997.

LANGE, P. Commenting on comments: investigating responses to antagonism on YouTube. Society for Applied Anthropology Conference, Florida (EUA), 2007.

LEMOS, A. Cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2002.

LIVINGSTONE, S. On the relation between audiences and publics. In: LIVINGSTONE, S. Audiences and publics: when cultural engagement matters for the public sphere. Bristol: Intelect Books, 2005.

MARQUES, A. C. S. A conversação informal na internet: condições interacionais e contribuições para uma análise qualitativa. In: BRAGA, J. L.; LOPES, M. I. V.; MARTINO, L. C. (org.). Pesquisa empírica em comunicação. São Paulo: Paulus, 2010.

OROZCO GOMÉZ, G.; JACKSON, D. Súper temas noticiosos em la televisión mexicana. Análisis de la informacción em los noticiários 24 horas y Hechos. Comunicación y Sociedad, n. 37, jan.-jun. 2000.

OROZCO GOMÉZ, G. La televisión, lo televisivo y sus audiências: el estalido de sus vínculos con la ficción. Revista Telos (Cuardernos de Comunicación e innovación), n. 99, out. 2014.

OROZCO GOMÉZ, G. Audiencias conectadas y desconectadas. Dos modos de estar frente a la pantalla televisiva y buscar la interlocución. In: OROZCO GÓMEZ, G. (org.). TVmorfosis: la televisión aberta hacia la sociedad de redes. Cidade do México: Productora de Contenidos Culturales Sagahón Repoll, 2012a.

OROZCO GOMÉZ, G. Desafios educativos em tempos de auto-comunicación massiva: la interlocución de las audiências. Comunicar, n. 38, v. 19, 2012b.

OROZCO GOMÉZ, G. Audiencias y pantallas. Lo nuevo, lo viejo y lo que viene. Revista La Mirada de Telemo. Pontifícia Universidad Católica del Perú, n. 1, 2012c.

OROZCO GOMÉZ, G. Entre pantallas: nuevos escenarios y roles comunicativos entre sus audiencias. In: AGUILAR, M.; NIVON, PORTAL, WINOCUR (coord.). Pensar lo contemporâneo de la cultura situada a la convergência tecnológica. México: UAM/Anthropos, 2009.

OROZCO GOMÉZ, G. Audiencias y pantallas em América. Comunicar, n. 30, v. 15, 2008.

OROZCO GOMÉZ, G. Televisión, audiencias y educación. Buenos Aires: Norma, 2001.

OROZCO GOMÉZ, G. Hacia una pedagogia de la televidencia. Comunicación y Sociedad, n. 32, jan.-abr. 1998.

OROZCO GOMÉZ, G. Mas-mediación y audiencia-ción: macrotendências en las sociedades latino-americanas de fin de milenio. Revista Comunicación, n.100, 1997.

OROZCO GOMÉZ, G. La investigación em comunicación desde la perspectiva cualitativa. Buenos Aires: Universidad Nacional de La Plata, 1996.

OROZCO GOMÉZ, G. La mediación en juego. Televisión, cultura y audiencias. Comunicación y Sociedad, n. 10-11, set.-abr. 1991.

OROZCO GOMÉZ, G. Televisión y producción de significados: três ensayos. Serie Cuadernos de Comunicación y Sociedad, Universidad de Guadalajara, n. 2, 1987.

PRIMO, A. Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. Porto Alegre: Sulina, 2011.

RECUERO, R. A conversação em rede: comunicação mediada pelo computador e redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2014.

SANDVOSS, C. Quando a estrutura e a agência se encontram: os fãs e o poder. Tradução de Simone do Vale. Revista Ciberlegenda, n. 28, 2013.

STRANGELOVE, M. Watching YouTube: extraordinary videos by ordinary people. Toronto: University of Toronto Press, 2011.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

CORUJA, P. Público: a audiência performática em caixas de comentários no YouTube. RuMoRes, [S. l.], v. 14, n. 28, p. 309-333, 2020. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2020.170098. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/170098. Acesso em: 20 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos